segunda-feira, 29 de junho de 2009

O engenheiro das minhas opiniões

Sempre gostei de ler e escrever. Mas nunca poesia, pois isso fazia parte do mundo que eu não entendo... Enquanto eu cursava meu terceiro ano do ensino médio, um professor de redação, o Luciano, inventou um projeto de uma revista de poesia e convocou voluntários. Aquilo não tinha nada a ver comigo. Mas uma amiga minha se animou, me animou e logo estávamos lá conversando com o professor. Ele explicou como seria o projeto, como iríamos fazer a primeira edição da revista e anunciou que cada edição teria um poeta de destaque. A revista nunca saiu. Lembro que o Luciano disse que o primeiro poeta seria o Paulo Leminski, pois ele admirava muito o seu trabalho. Ah, eu aposto que você nunca viu um professor de redação tão persuasivo e tão cheio de idéias quanto Luciano. Ele é daquele tipo de cara que tem muita credibilidade no quesito informações, prende nossa atenção e ainda nos faz refletir. Além do que, ele dá aula do que eu chamo de “matéria mais flexível do mundo”. Não era qualquer um falando de um poeta qualquer. Era o Luciano falando do Paulo Leminski. Lógico que eu comecei a pesquisar sobre o tal poeta. E me apaixonei por sua poesia. Não que eu a entenda, eu só admiro e ela me encanta. E o Luciano? Bom, ele ainda é meu professor no cursinho. Posso dizer com todas as letras: ele ajudou e ainda ajuda a montar minhas opiniões sobre os mais variados assuntos. É por isso que eu nunca vou esquecê-lo. Ele planta em mim um pouquinho de si mesmo quando fala. E eu faço questão de fazer isso crescer junto com minhas opiniões. Afinal, ele é o cara. E da forma mais singela, através do meio que ele domina, através das palavras, eu digo: Obrigada, mestre!

5 comentários:

M. disse...

Q nem vc eu adoro ler e escrever + ñ sou mto fã d poesia, aliás, odeio poesia.

Q bom q o seu prof continua dando aula pra vc no cursinho, é bom qndo nosssos bons profs ficam por bastante tmpo

Tata XD disse...

Ainda bem que seu texto foi sobre o Luciano.. Se fosse sobre aquele(a) oooutro(a) professor(a), eu não iria comentar. UHASHUSAUHSA

Pô. O Luciano é um bom professor, faz a gente pensar nuns assuntos muito "oooown", mas ele me odiava. Sério, sempre que recebi minha notas ficava deprimida (e você sabe beem disso). Sempre soube que era alguma coisa pessoal. Já tirei 10 numa redação do objetivo.. trabalho infantil, sabecomé. E olha que eu nem sei quem é a tia que corrigiu.
No entanto, se é ele quem ajuda a creme de leite a escrever cada dia melhor, sou obrigada a tirar o chapéu pra ele. =X

Nicole disse...

acho tão bonitinhos esses posts em homenagem à professores... e eu já tive vários teachers me incentivando a gostar de poesias, mas nunca foi o meu forte...
;*

Patrícia disse...

Adorei o texto. Minha melhor professora foi a "Tia Ruth" da 1º série do EF. Fui dama surpresa do casamento dela. :)

dreamsaboutme disse...

Adorei a sinceridade de seu post, mas eu sou fã de poesias, pois depois que descobri Vinícius e Florbela minha cara..minhas escrtas mudaram, e eu nem escrevo poesias, só para vc me entender... Bjks ;)