sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Ah, a loucura...

            Eu sou louca.. Já ouvir dizer que todos têm seu grão de loucura. Eu tenho um pacote inteiro de loucura dentro de mim. Perdoe se minhas palavras irritam, mas elas são parte da minha loucura. Meu jeito de pensar é estranho, mas a minha loucura não passa de imaginação extremamente fértil. Ah, porque loucura é algo que podemos dividir em várias categorias. De doença à felicidade, de tristeza à solidão. Ser louco muitas vezes é ter opinião contrária, é lutar por uma causa que ninguém defende, é colocar a mão no fogo pela pessoa mais traiçoeira do mundo. Na brincadeira mais idiota, é aceitar doce de estranho na ingenuidade. Loucura pode ser a aceitação de algo imposto sem nenhuma argumentação. Loucura é ver uma injustiça e fechar os olhos, ou então fechar os olhos e fazer uma injustiça... Tudo depende do ponto de vista. Loucura é uma mulher se mutilar e dizer que foi mutilada. Loucura é mutilarem uma mulher e dizerem que ela foi mutilada. Loucura é não olhar por todos os pontos de vista. Loucura pode ser louca ou pode ser normal. Pode ser um assédio ou apenas um lapso. Pode ser uma palavra ou uma agressão. Um ataque ou uma fofoca. Uma mulher ou um homem. Não tem definição. Têm loucos no hospício, na política, têm loucos que falam mal de política, têm loucos nas ruas, nas casas, têm loucos que fazem blog e falam de loucura, tem loucos que não tem orkut, e tem loucos que têm orkut, tem loucos que odeiam futebol e são brasileiros, tantos loucos por ai, que a verdade é que loucura não tem lugar definido... A loucura se resume a opinião diferente da nossa.. Aposto que a louca da sua vizinha adora dançar um funk até o chão e você que se diz normal ouve ópera no último volume.

            A loucura não existe, ela é apenas uma desculpa que encontramos para justificar a existência de tantas idéias diferentes que muitas vezes não nos agradam. É um modo de parecermos normais perante aos outros. Mas isso de nada adianta, porque no fim todo mundo é louco.

           

   ô uô... listen to the music: speed of sound – coldplay

 

valeu ae ;*

7 comentários:

tata disse...

FER!
Sério. Esse foi um dos melhores posts que você já fez. *-*
Riaaalto.
Afinal, sou louca também. ^^
Tenho a leve impressão de que uma certa pessoa anda inspirada..
uhasuhsauhuhasuhasuhasuhhasu


XD

Arih disse...

ah aqui ta incrivel!

Isáah disse...

nossa, ameiii o post...^^
mais é verdade, o que é louco para uma pessoa pode ser completamente normal para outra, e nos temos que aprender a conviver com isso...

Bjuus

P.S: adoroooo essa musica do ColdPlay...

Ludmila disse...

De louco, cada um tem um pouco, ou um muito, não importa. o que importa é que, de perto, ninguém é normal. e esse post foi anormalmente ótimo! :] gostei de todos os textos, mas deste em especial. um beijo :*

(vi teu blog no site da capricho! parabéns! vc merece...)

Mah (Mayra Lobão) disse...

Oi! Somos todas loucas!! Eu também sou do Tudo de Blog e precisava falar com você... Tem como você me mandar seu e-mail? Tenho uma novidade pra você :) Meu e-mail é mayra@boo-box.com.br

Bjinhos e seja bem-vinda!!

Ray-Sama disse...

Aloha!

De louco e bobo todo mundo tem um pouco.
Mas duvido que alguém já perguntou se vc era louca na sua frente (ou para algum familiar seu).
Isso é realmente ser louca...

Aloha!

Fernanda disse...

u.u
Eu também sou "Fernanda Paiva"
xD
Ameei de seu blog,parabéns.
Criativa,irônica,louca...me medida certa.
Perfeito.Amei.
Parabéns!!